Texto de em 05 de Maio de 2014 . 1 comentário.

Eu não sei de onde você

veio. E quem sou eu

pra julgar o que quer que seja?

Pois é.

O dia passa. A noite passa. A raiva também. E nunca fez sentido. Muito bem.

Essa paz que vejo é da luz que você vive.

Essa luz que vejo é da paz que você é.

O dia passa. A noite passa. A raiva também. E se nunca fez sentido,

tudo bem.

 

Marco Antonio Santos

  • Aline

    Muito legal!