Renuncio à mais bela das falsidades

Date: outubro 24,  2011
Author: murilo
Comments: 1 comentário
Categories: Literatura, Texto Curto

Postado por Murilover Demorei a perceber, mas não quero mais sua amizade. Não quero beijo na bochecha. Não quero precisar de um baile para ser seu par ou de um xote para me colocar entre suas pernas. Não quero você no banco de trás do carro. Muito menos fingir.

Read More
Show que aplaude o show

Date: Março 15,  2011
Author: murilo
Comments: 1 comentário
Categories: Conto, Literatura, Texto Curto

postado por Murilo, o raro. O velho tocava seu acordeão rotineiramente para as multidões que ali passavam. No entanto, a maioria dos transeuntes jamais parava para escutar as suas melodias. O homem era como mais um elemento do mobiliário urbano. Sempre estava lá, e por isso as pessoas se acostumavam. Eu caminhava.

Read More
Carpe Diem – mergulhando de cabeça (para o fundo do poço)

Date: agosto 18,  2010
Author: murilo
Comments: Nenhum comentário
Categories: Conto, Literatura, Texto Curto

postado por Murilo, o esporádico. Não sabia se iria morrer em algumas horas ou em cinqüenta anos, mas decidiu que viveria aquele dia como se fosse o último. Estava saturado após trinta e nove anos de uma vida medíocre e insípida. Na verdade, tivera algum tipo de diversão durante sua juventude,.

Read More
Pena de Urubu, Pena de Galinha.

Date: junho 01,  2010
Author: murilo
Comments: 1 comentário
Categories: Conto, Literatura, Texto Curto

postado por Muriloco Sustentava na cara um estático sorriso aberto, mas não se sabe do que ria. Compreensível seria se houvesse ali alguma cena risível, alguma estética engraçada ou alguma piada. Mas não havia. O dia era de chuva e engarrafamento, fedor e tiquetaquear. Abobalhado seria, mas ainda compreensível, se gracejasse com as.

Read More
Sobre o uso da prolixidade como mecanismo de defesa.

Date: Abril 15,  2010
Author: murilo
Comments: 5 Comentários
Categories: Conto, Literatura, Sem categoria, Texto Médio

postado por Muriloco

Numa manhã comum de quarta-feira, um professor, querendo que seus alunos participassem da aula, perguntou a um aluno sobre a matéria do dia. O aluno não havia lido o texto e não estava entendendo nada daquela aula, mas, por sorte, sabia usar bem as palavras. Foi assim:

Read More
Trocadilhos piores que uma kaiser quente.

Date: Abril 12,  2010
Author: murilo
Comments: 2 Comentários
Categories: Conto, Literatura, Texto Curto

postado por Muriloco

Não era por qualquer trivialidade que, naquela manhã, o bar se encontrava em polvorosa. Aconteceu que, durante a madrugada, assassinaram o Presidente. Sem mais nem menos o conhaque apareceu lá, espatifado no chão.

O que começou com acusações de uns aos outros, se tornou faladeira e discussão..

Read More
TML. Um legado, uma história.

Date: Março 30,  2010
Author: murilo
Comments: 5 Comentários
Categories: Conto, Literatura, Texto Curto

Narrado por Muriloco Há três anos, dois jovens estudantes do cursinho Positivo decidiram matar aula em busca de um objetivo comum, se preparar para a faculdade. Não para aulas e estudos, mas sim para as partidas de sinuca que lá esperavam ter. Como toda sinuca pede cerveja, ocasionalmente saíam para jogar.

Read More
O corpo não fala, faz discurso.

Date: Março 18,  2010
Author: murilo
Comments: 2 Comentários
Categories: Literatura, Texto Curto

Postado por Muriloco

Seu corpo diria dor; seus olhos diriam perplexidade; sua face diria descrença; seus punhos diriam cólera; seu coração diria amargura; sua mente diria caos; seu pescoço diria desaprovação; seu estômago diria náusea; seu genital diria solidão; seus ombros diriam lástima; suas pernas diriam hesitação; sua saliva diria.

Read More
Por trás da autobiografia gratuita

Date: Março 09,  2010
Author: murilo
Comments: 6 Comentários
Categories: Conto, Literatura, Texto Curto

Show dado por Murilão.

Um prólogo adequado ocupou os primeiros minutos daquela aula, quando o professor jogava conversa fora e contava sobre sua vida. Não se tratava apenas de um prefácio para a aula, mas sim para o semestre, que até o fim se desenrolaria nessa verborrágica.

Read More