Lançamento
do Livro Nebulosa

O primeiro do Obscenidade Digital

É com a sentença da “literatura apesar de tudo” atada a cada letra, verso e linha que o Obscenidade Digital leva ao público, em março, seu primeiro livro. Neste mês, o coletivo prepara a festa de lançamento do título “Nebulosa”, que ocorrerá no dia 30 na Escola de Escrita – situado em Curitiba, o espaço tem por proposta valorizar a literatura por meio de diferentes atividades e incentivar novos escritores. Convergindo propósitos, o Obscenidade Digital apresenta sua versão do mundo expressa nos 18 contos e ilustrações que compõem o livro.

O projeto é resultado de um trabalho intenso e coletivo do início ao fim. Nebulosa reúne textos inéditos e outros já publicados pelos nove autores que integram o blog, ilustrada pela artista Caroline Rehbein e editorada pela Banquinho Publicações. Todo o processo de escrita, seleção, revisão, diagramação, curadoria, identidade visual, produção e organização do evento foi realizado pelos próprios autores, dentre os quais há jornalistas, designers e publicitários. Até mesmo a montagem, confecção e a costura de cada um dos 200 exemplares de lançamento foi um processo executado pelas mãos do coletivo, que optou por uma montagem artesanal.

“Acho que essa opção é um reflexo da forma como a gente trabalha: independentes, com muita liberdade e sempre contando com um coletivo pra fazer acontecer”, diz Priscilla Scurupa, jornalista e uma das autoras do Obscenidade Digital. “Isso de pensar a produção toda, desde escolha do papel, formato, design, recursos e distribuição, é um desejo de participar ativamente do processo, fazer com as próprias mãos algo que a gente ama”. Esse modelo, destaca Priscilla, também representa a busca por estruturar uma alternativa de produção que foge à lógica do mercado editorial – proposta que, diante do foco em vender livros que impera nas editoras, coloca-se como uma forma de resistência e um novo modo de produção literária.

Rafael Antunes, também jornalista e autor do blog, acredita que opção pelo artesanal coloca os escritores em intimidade com cada um dos 200 exemplares. “Além da composição dos textos, damos a forma concreta de cada livro. Assim como as produções do Obscenidade Digital, que nascem individualmente, possuem vida própria, mas que costuram o todo com os demais. Transcendem-se”, resume.

Sobre o blog

O Obscenidade Digital surgiu em 2009, fruto de uma ideia entre amigos interessados em produzir ficção. Hoje, o projeto reúne dez pessoas, dentre elas uma ilustradora, todas residentes em Curitiba.

O blog é atualizado com frequência fixa: toda segunda e quinta-feira um novo texto é publicado, compromisso que é levado bem a sério pelo coletivo. Porque literatura fora da lei, nos tempos nebulosos do império editorial, é feita com afinco, determinação e vontade, numa construção diária e artesanal – apesar de tudo.

Lançamento

Além da venda de livros, a festa na Escola de Escrita também irá oferecer chopp e comidinhas a preços acessíveis e discotecagem com Beto Blatt. Na organização do evento, o Obscenidade Digital conta com o apoio do Coletivo Ocitocina.

Serviço

Lançamento do livro “Nebulosa”
Data: 30/03
Horário: a partir das 19h
Local: Escola de Escrita
Endereço: Rua Riachuelo, 427, Centro, Curitiba-PR.
Preço unitário: R$30
Entrada franca

Confirme sua presença